Thomas Luthi – Shoei Brasil

Thomas Luthi

Classe: MotoGP
Número: 12
Nascido: 6 de setembro de 1986 – Oberdiessbach, Suíça

BIO

Thomas “Tom” Lüthi nasceu em 6 de setembro de 1986 em Oberdiessbach. Ele cresceu na zona rural de Linden, onde ainda vive hoje na mesma aldeia com uma população de 1.300 habitantes no belo cantão de Berna. O suíço tem a paixão pelo motociclismo correndo nas veias, graças ao pai, que também já participou de corridas regionais de motociclismo. Tom experimentou pela primeira vez em uma pocket bike ainda muito jovem e, assim, começou sua carreira quando competiu em sua primeira corrida, aos nove anos.

Em 2002, aos 16 anos, ele finalmente terminou em terceiro no IDM e em segundo no Campeonato Europeu. Em 2003 fez sua primeira temporada completa no Campeonato Mundial, com destaque para um segundo lugar na Catalunha. Lüthi comemorou sua primeira vitória em um Grande Prêmio do campeonato mundial de motocicletas no Grande Prêmio da França de 2005 em Le Mans. Em 6 de novembro de 2005, Lüthi conquistou o título do Campeonato Mundial de 125 cm em Valência a bordo de uma Honda. Ele se torna o sexto mais jovem campeão mundial da história.

Em seguida, ele foi indicado para o Desportista Suíço do Ano de 2005 e ganhou o “Prêmio Suíço” na categoria Esporte na eleição para o Suíço do Ano. Na temporada de 2006, ele alcançou o oitavo lugar geral como o atual campeão.

Em 2007 mudou finalmente para as 250cc, o que também significou uma mudança da familiar Honda para a Aprilia. Por três anos na ferozmente competitiva categoria de 250cc, Lüthi também esteve envolvido na mudança da classe 250cc para a classe 600cc de Moto2. Por oito anos Tom Lüthi tem estado consistentemente em alto nível no Campeonato Mundial de Moto2, garantindo 45 pódios, 11 vitórias e dois títulos de vice-campeão nas temporadas de 2010-2017 (2016 e 2017).

Então, finalmente, um sonho se tornou realidade para Tom Lüthi: em 2018, o suíço entrou no Campeonato do Mundo de MotoGP, competindo na categoria rainha com uma Honda RC213V. No entanto, a temporada foi mais difícil do que o esperado, não pelo menos devido a uma longa pausa por lesões no inverno 2017/2018 e à falta de tempo de preparação. Mas Tom não seria Tom se isso o fizesse desistir: O combativo Bernese permaneceu persistente, garantindo um lugar no grid na classe de Moto2 novamente após a difícil temporada de MotoGP, e assim voltou ao topo na temporada de 2019 em uma Kalex, que ele conhece bem.

O terceiro lugar geral foi a conclusão de um retorno bem-sucedido à Moto2. As estatísticas pessoais de Tom Lüthi na Moto2 aumentaram para 12 vitórias, 53 pódios, dois títulos de Vice Campeonato do Mundo e um terceiro lugar na classe intermédia do Campeonato do Mundo.

Em 2020, Tom Lüthi compete novamente na classe de Moto2 com a LIQUI MOLY Intact GP Team.

©shoei co. ltd. Todos os direitos reservados.